Setembro 09

Renegar o treino

O rendimento desportivo suportado num trabalho diário sério é algo de fabuloso! Aprende-se todos os dias, com aplicação de cargas de treino, medição dos seus efeitos e combinação com o devido trabalho regenerador. Cairmos na área do doping é renegarmos o treino e a importância de um trabalho sério e organizado. Neste caso, muitas vezes nem é preciso ter-se treinador, pois o efeito das substâncias é superior a qualquer necessidade na gestão adequada de cargas de treino. O que importa é saber-se tomar as necessárias substâncias com a arte e engenho que permita… que não sejam apanhados!

Agosto 22

A adversidade faz campeões

A adversidade pode ser uma incrível ferramenta de aperfeiçoamento humano, na vida e no desporto. O inconformismo faz-nos ir mais longe, trabalhar mais e desenvolver o ambiente físico e psicológico necessário para se ser bem sucedido.

Agosto 10

Objetivos?!

Ser educador/treinador nos tempos de hoje é muito mais complicado em alguns aspetos e exige a utilização de cada vez mais ferramentas de trabalho e conhecimento por parte do treinador. Porque o “combate” com um mundo virtual e irreal leva-nos os jovens para cada vez mais longe de um trabalho exigente, prolongado e diário!

Janeiro 08

O melhor sítio para correr

Habitualmente assente sobre critérios de uma grande subjectividade, o melhor sítio para correr, serve como mote para uma reflexão em busca de uma resposta simples e imparcial.

Outubro 22

A cultura da excelência

Já lá vão cerca de 2 anos e meio desde que, perante a dificuldade de se cumprir diversos critérios de excelência ao nível do treino, nos lançámos na aventura de um projeto sem fins lucrativos, que permitisse encontrar os meios que o sistema português não proporciona (exceção aos poucos clubes desportivos que ainda se esforçam […]

Outubro 05

Porque Ovar terá a melhor corrida de estrada em Portugal…

A Meia Maratona de Ovar é um exemplo enorme, é uma corrida de todos nós para todos nós e tem o ideal, dentro das suas limitações, de contribuir para um crescimento da corrida verdadeiramente competitiva.

Julho 17

(RE)KNOWLEDGE

A few decades ago the world of running in Portugal had a strong increase of practitioners who were seeking for a connection with running at a time when it was completely out of fashion. Resistant ones were criticized and heard less pleasant comments during their workouts, nevertheless they maintained their practice and caused a participant […]

Julho 17

(RE)CONHECER

Algumas décadas atrás o mundo da corrida em Portugal, teve um forte incremento de praticantes que procuravam a sua ligação com a corrida num momento em que correr estava completamente fora de moda. Os resistentes eram criticados e ouviam comentários menos agradáveis durante os seus treinos, mas ainda assim, mantinham a sua prática e foram […]

Abril 07

Running: More vs better

Depending on the many different levels of performance, running relies better on diversified factors, and often has very little to do with the actual run. We frequently observe runners who seek to find the solution to improve their running performance through the increase on the running volumes. This would be too easy… Firstly, to improve […]

Março 22

Meio-Fundo. Que futuro?

É recorrente todos falarmos no que terá acontecido com o meio-fundo e fundo português e na perda de protagonismo dos nossos corredores a nível internacional. Os grandes feitos de atletas como Carlos Lopes, Fernando Mamede, António Leitão, António Pinto, Rui Silva, Ezequiel Canário, Rosa Mota, Fernanda Ribeiro entre tantos outros, estão na memória de todos os que de alguma forma sempre estiveram ligados ao mundo da corrida. Pode falar-se de muitos fatores, mas a verdade é que os contextos sociais são radicalmente opostos e os resultados de outros tempos nunca mais serão conseguidos com os mesmos pressupostos do passado.
Os tempos são outros e tudo isto pertence ao passado. Dificilmente podemos convencer jovens a se dedicarem à corrida na base dos mesmos pressupostos.
O presente obriga-nos a sermos inovadores. Um jovem só se sentirá atraído por um sistema de qualidade. É preciso que sejamos capazes de mostrar a esses jovens, que podemos reunir em torno dele, um conjunto de mecanismos de preparação e apoio que o permitirão chegar mais longe, com menos esforço e com mais organização.